Sessões Coordenadas

Orientações gerais de apresentação:

Cada sessão terá 1:30h para os 3 (eventualmente 4 trabalhos – o que nos dá de 15 a 20 min por apresentação de trabalho mais tempo para discussões), o coordenador poderá organizar a seu critério o momento (questões ao final ou a cada trabalho). As salas dispõe de projetores multimídia.

Grupo 01 – 7:30h do dia 15/11

Sessão Coordenada 1 – Bruno Alves Dassie

ANTONIO BANDEIRA TRAJANO: CIRCULAÇÃO, ADOÇÃO E DIFUSÃO DOS LIVROS/MANUAIS EM MATO GROSSO
Relicler Pardim Gouveia

MANUAIS ESCOLARES E O SABER PROFISSIONAL DO PROFESSOR QUE ENSINA MATEMÁTICA: UMA ANÁLISE DAS OBRAS DE SOUZA LOBO, RAMON DORDAL E ANTONIO TRAJANO.
Andreia Fernandes Souza

INDICAÇÕES METODOLÓGICAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA NO LIVRO “THE NEW METHODS IN ARITHMETIC” DE EDWARD LEE THORNDIKE: UM ESTUDO DO EXEMPLAR PRESENTE NA BIBLIOTECA PESSOAL ALDA LODI
Brian Diniz Amorim, Maria Laura Magalhães Gomes

Sessão Coordenada 2 – Maria Laura Magalhães Gomes

AS MEDIDAS NO ENSINO DE CRIANÇAS: UMA LEITURA A PARTIR DE PESTALOZZI
Deoclecia de Andrade Trindade

A MATEMÁTICA NO PERIÓDICO “O ECO” EDITADO PELO COLÉGIO ANCHIETA NO SÉCULO XX
Sílvio Britto, Arno Bayer

REVISTA DO LABORATÓRIO DE ENSINO DE MATEMÁTICA – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL, SABERES E FINALIDADES
Kamila da Fonseca Veiga Cavalheiro Leite

Sessão Coordenada 3 – David Antonio da Costa

OS “ELEMENTOS DE ÁLGEBRA” DE JOÃO BORGES E GOMES CARDIM: INDÍCIOS DE MUDANÇAS DA ÁLGEBRA PARA ENSINAR NA ESCOLA NORMAL DE SÃO PAULO, 1903
Ana Maria Basei

SABERES PARA ENSINAR O SISTEMA DECIMAL NA OBRA PSICOARITMÉTICA (1934)
Alan Rezende

A MATEMÁTICA NA PROPOSTA DE DECROLY: ANÁLISE DO LIVRO “EL CALCULO Y LA MEDIDA EN EL PRIMER GRADO DE LA ESCUELA DECROLY”
Juliana Chiarini Balbino Fernandes

Sessão Coordenada 4 – Ivanete Batista dos Santos

A ARITMÉTICA NAS PESQUISAS: A ESCRITA DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NO PARANÁ
Danilene Donin Berticelli, Lidiane Gomes Dos Santos Felisberto

SABERES PARA ENSINAR ARITMÉTICA: PRÁTICA DE ENSINO APÓS A REFORMA DE ORESTES GUIMARÃES EM SANTA CATARINA
Maiara Elis Lunkes, Iara Zimmer, David Antonio da Costa

A ARITMÉTICA NAS DIRETIVAS OFICIAIS PARA A ESCOLA NORMAL DE SÃO PAULO NA DÉCADA DE 1920
Jefferson dos Santos Ferreira

*Por conflito de horários a Sessão 5 está no Grupo 2.

Sessão Coordenada 6 – Maria Cristina Araújo de Oliveira

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS NOS ANAIS DOS ENEMS: PREÂMBULO DE UMA INVESTIGAÇÃO
Tiêgo dos Santos Freitas, Tereza Maria Rolo Fachada Levy Cardoso

UMA FACULDADE, UM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: UMA PROPOSTA DE ENSINO COM MODELAGEM MATEMÁTICA
Leoni Malinoski Fillos

UMA MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO NAS ESCOLAS ALEMÃS DE ANTÔNIO CARLOS (SC)
Francine Fragoso de Miranda Silva

Sessão Coordenada 7 – Barbara Winiarski Diesel Novaes

TESES, EXAMES, SABATINAS E PROVAS: UMA TENTATIVA DE NARRAR A TRAJETÓRIA DA AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA ESCOLAR NO ENSINO PRIMÁRIO PARANAENSE (1900-1970)
Reginaldo Rodrigues da Costa, Wagner Alexandre do Amaral

OS TIPOS DE CONDUÇÃO PARA O ENSINO DAS OPERAÇÕES ARITMÉTICAS NOS ANOS INICIAIS QUE COABITARAM DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX ATÉ A TERCEIRA DÉCADA DO SÉCULO XX
Heloisa Hernandez de Fontes Salvador

AS FRAÇÕES NAS EDIÇÕES DA SEGUNDA ARITMÉTICA DA SÉRIE CONCÓRDIA
Malcus Cassiano Kuhn

Grupo 02 – 13:30h do dia 15/11

*Por conflito de horários a Sessão 5 está no Grupo 2.

Sessão Coordenada 5 – Antonio Vicente Marafioti Garnica

CONSTRUINDO O FUNDO DOCUMENTAL “A MATEMÁTICA NOS EXAMES DE ADMISSÃO NO GYMNASIO PELOTENSE”
Mélany Silva dos Santos, Diogo Franco Rios

UMA PROPOSTA BIOGRÁFICA ALIADA AOS USOS DE HISTÓRIA ORAL E A PESQUISA EM UM ARQUIVO PESSOAL
Jean Sebastian Toillier

ALGUNS APONTAMENTOS ACERCA DA MOBILIZAÇÃO DA HERMENÊUTICA DE PROFUNDIDADE COMO REFERENCIAL TEÓRICO-METODOLÓGICO EM PESQUISAS EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA.
Leandro Josué de Souza, Bruno Alves Dassie, Mirian Maria Andrade

Sessão Coordenada 8 – Filipe Fernandes

MEMÓRIAS DA PROFESSORA NEUZA SOBRE A CASA ESCOLAR LOURENÇO ORMENEZZE
Grasielly Santos Souza, Mirian Maria Andrade

A EXPERTISE DE PROFESSORES PARANAENSES E OS SABERES QUE GERAM A PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA
Mariliza Simonete Portela

UMA ESTUDANTE, UMA PROFESSORA: O VIR-A-SER DE UMA EXPERT EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
Monica Menezes Souza

Sessão Coordenada 9 – Luciane de Fatima Bertini

ALGUNS ASPECTOS SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES (DE MATEMÁTICA) EM UMA REGIÃO ORIUNDA DO GARIMPO DE DIAMANTES
Eliete Grasiela Both, Ivete Maria Baraldi

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES INDÍGENAS NO TERRITÓRIO ETNOCULTURAL “POVOS DO PANTANAL”
Vlademir Sérrgio Bondarczuk

CENÁRIO DA CRIAÇÃO DOS CURSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES INDÍGENAS NO ESTADO DE SÃO PAULO: UM TRABALHO EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
Karina Aparecida da Silva, Maria Edneia Martins-Salandim

Sessão Coordenada 10 – Luzia Aparecida de Souza

HISTÓRIA DO PRIMEIRO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA EM GOVERNADOR VALADARES- MG: UM PANORAMA GERAL
Ana Catarina Cantoni Roque, Maria Laura Magalhães Gomes

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A FORMAÇÃO MATEMÁTICA E OS ÚLTIMOS ANOS DE FUNCIONAMENTO DO CURSO DE CIÊNCIA DA FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO JOÃO DEL-REI
Paulo Apipe

ALGUMAS COMPREENSÕES SOBRE OS PRIMEIROS ANOS DA LICENCIATURA EM MATEMÁTICA A DISTÂNCIA DA UFMS
Ana Claudia Lemes de Morais

Sessão Coordenada 11 – Maria Cecilia Bueno Fischer

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM CASSILÂNDIA NA DÉCADA DE 1990
Tatiana Rozalia Guedes

TRAJETÓRIA DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO AMAZONAS, PARÁ E RONDÔNIA
Elianai Rodrigues Lima Pedroso, Marlos Gomes Albuquerque, Francielli da Silva Ribeiro

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO RN: UMA ANÁLISE HISTÓRICA A PARTIR DA ÓTICA DOS ESPAÇOS
Marcelo Bezerra de Morais

Sessão Coordenada 12 – Carla Regina Mariano da Silva

A FORMAÇÃO DOCENTE E AS ALTERAÇÕES NOS QUADROS POLÍTICOS EM SÃO JOSÉ DOS BASÍLIOS, ESTADO DO MARANHÃO
Claudiomiro Ferreira de Oliveira, Déa Nunes Fernandes

FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA: UM OLHAR AOS DOCUMENTOS OFICIAIS DE ÂMBITO FEDERAL (1961-1974)
Reginaldo Guilhermino Cabral Liborio, Armando Traldi Júnior

A CADES NO CEARÁ E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NAS DÉCADAS DE 1950 E 1960: O QUE DIZIAM OS JORNAIS?
Luiza Santos Pontello, Maria Laura Magalhães Gomes

Grupo 03 – 07:30h do dia 16/11

Sessão Coordenada 13 – Heloisa da Silva

O MOVIMENTO DA MATEMÁTICA MODERNA NO LITORAL PARANAENSE: TRAJETÓRIA DO PROFESSOR PARTICIPANTE
Ligiane de Oliveira Simões, Liceia Alves Pires, Mariliza Simonete Portela

MATEMÁTICA MODERNA NO INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ASSIS BRASIL: VESTÍGIOS ENCONTRADOS EM DIÁRIOS DE CLASSE
Makele Verônica Heidt, Circe Mary Silva da Silva

Sessão Coordenada 14 – Liliane dos Santos Gutierre

A MATEMÁTICA NAS ESCOLAS PAROQUIAIS LUTERANAS GAÚCHAS DO SÉCULO XX.
Malcus Cassiano Kuhn

HISTÓRIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA NO COLÉGIO DE APLICAÇÃO DA FACULDADE DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (1954-1968)
Renata Alves Costa, Maria Laura Magalhães Gomes

A CARACTERIZAÇÃO DOS SABERES A ENSINAR ARITMÉTICA A PARTIR DAS FINALIDADES DO CURSO PRIMÁRIO NA ESCOLA DE APRENDIZES ARTÍFICES

Cleber Schaefer Barbaresco, David Antonio da Costa

Sessão Coordenada 15 – Diogo Rios

O ENSINO DE MATEMÁTICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE CANOAS/RS, DÉCADA DE 1950
Alexandre Ausani Huff, Arno Bayer

A CONTRIBUIÇÃO DOS JESUÍTAS NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NO RIO GRANDE DO SUL NOS SÉCULOS XIX E XX
Sílvio Britto

ESTRANHANDO UMA ESCOLA: ORLANDO, CONTRIBUIÇÕES PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA BRASILEIRA
Reinaldo Donizete de Oliveira, Maria Edneia MArtins-Salandim

Sessão Coordenada 16 – Moysés Gonçalves Siqueira Filho

OS RUDIMENTOS DE MATEMÁTICA NO ENSINO INDUSTRIAL DE EMERGÊNCIA BRASILEIRO
Jeremias Stein Rodriguês, David Antonio da Costa

AS RELAÇÕES DO CONTEXTO HISTÓRICO DO RIO GRANDE DO SUL NO CURRÍCULO ESCOLAR: UM ESTUDO A PARTIR DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA EM UM CURSO TÉCNICO NA CIDADE DE NOVO HAMBURGO/RS (1967 – 1983).
Fernando Luis Rosso, Arno Bayer

A MATEMÁTICA NO ENSINO DE 2º GRAU: CONTINUIDADE DO SECUNDÁRIO?
Aquino Gomes

Sessão Coordenada 17 – Iran Abreu Mendes

PRODUTO EDUCACIONAL ADVINDO DE UM MESTRADO PROFISSIONAL: PERSPECTIVAS E DESAFIOS QUANTO SUA APLICABILIDADE, EM ESPECIAL, NO ENSINO DE MATEMÁTICA
Cídia Paula Alves

PERCEPÇÕES DO PROCESSO DA CRIAÇÃO DO CURSO E DO DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO ATRAVÉS DA MATEMÁTICA NA UFMS
Reinaldo Camargo Silva

EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UM OLHAR PARA OS CURSOS DE DOUTORADO DO BRASIL
Marizete Nink de Carvalho, Thiago Pedro Pinto

Sessão Coordenada 18 – Edilene Simões Costa dos Santos

UM ESTUDO HISTÓRICO DO SABER DESENHO SEGUNDO A LEGISLAÇÃO EM MINAS GERAIS
Eder Quintão Lisboa

O DESENHO COMO METODOLOGIA E RECURSO PARA ENSINAR NO PRIMÁRIO (1925 A 1932)
Débora Rodrigues Caputo, Maria Cristina Araújo de Oliveira

SABERES PROFISSIONAIS PARA O ENSINO DE DESENHO: propostas internacionais por Manoel Frazão (1893)
Gabriel Luís da Conceição

*Por conflito de horários a Sessão 19 foi movida para o Grupo 3.

Sessão Coordenada 19 – Fernando Guedes Cury

DIDÁTICA ESPECIAL E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: CONTRIBUIÇÕES DE UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NA FACULDADE DE FILOSOFIA DE MINAS GERAIS (BELO HORIZONTE,1941-1954)
Filipe Santos Fernandes, Paulo Henrique de Souza Araújo, Luís Henrique Coelho de Almeida Cosenza

O PIBID DE MATEMÁTICA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: UM OLHAR PARA A FORMAÇÃO DOCENTE
Anelândia Maria da Conceição Silva, Liliane dos Santos Gutierre

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: UM ESTUDO HISTORIOGRÁFICO SOBRE NOMENCLATURAS DOS CURSOS NAS DÉCADAS DE 1960 E 1970
Letícia Nogueira Gomes, Maria Edneia Martins Salandim

Grupo 04 – 13:30h do dia 16/11

*Por conflito de horários a Sessão 19 foi movida para o Grupo 3.

Sessão Coordenada 20 – Katia G. Gonzales

A DISCIPLINA ÁLGEBRA LINEAR NO BRASIL ANTES DE 1960: ENTRE TEXTOS E MEMÓRIAS
Eduardo Gonçalves Santos

HISTÓRIA DAS DISCIPLINAS DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NO CURSO DE MATEMÁTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS: PRIMEIROS CAMINHOS DE UMA PESQUISA
Mariana Lima Vilela

EDUCAÇÃO ESPECIAL E EDUCAÇÃO INCLUSIVA: CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS
Paula Cristina Constantino Santos, Ivete Maria Baraldi

Sessão Coordenada 21 – Wagner Valente

O PROCESSO DE DISCIPLINARIZAÇÃO DO ENSINAR A ENSINAR A MATEMÁTICA ESCOLAR NO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE PORTO ALEGRE/RS
Sara Regina Silva

O PAPEL DA ESCOLA NORMAL NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO INTERIOR DO BRASIL.
Fabio Bordignon

FORMAÇÃO DE PROFESSORES NUMA ESCOLA NORMAL ALEMÃ NO ALÉM-MAR (1910-1925)
Circe Mary Silva da Silva Dynnikov

Sessão Coordenada 22 – Rosilda dos Santos Morais

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UM CAMPO DE LUTAS
Yohana Taise Hoffmann, David Antonio da Costa

COLONIALIDADE DE PODER: UM OLHAR SOBRE DISCURSOS NATURALIZADOS QUE ATRAVESSAM A HISTÓRIA DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO BRASIL
Ana Maria Ana Maria de Almeida

Sessão 23 – Thiago Pedro Pinto

SABERES GEOMÉTRICOS PARA ENSINAR GEOMETRIA PRÁTICA
Marcos Fabrício Pereira, Francisca Janice Fortaleza

PUBLICAÇÕES DE GEOMETRIA PARA O ENSINO PRIMÁRIO BRASILEIRO: INICIANDO A VERIFICAÇÃO DA POSSIBILIDADE DE UMA “VULGATA”
Francisca Janice Dos Santos Fortaleza, Maria Lúcia Pessoa Chaves Rocha

CADERNO DE MARIA: E SUA RELAÇÃO COM A GEOMETRIA PRESENTE NO PROGRAMA DE ENSINO DE 1962
Suele Lopes Lopes Pedroso, Edilene Simões Costa dos Santos

Sessão 24 – Ivete Baraldi

ANÁLISE DE UM LIVRO DE GEOMETRIA PLANA
Fernando Guedes Cury

O ENSINO DE GEOMETRIA DO CURSO PRIMÁRIO EM TEMPOS DE ESCOLA NOVA: O QUE DIZ A REVISTA DO ENSINO?
Joana Kelly Souza dos Santos

A GEOMETRIA PARA ENSINAR DE OLAVO FREIRE
MÁRCIO Oliveira D’ESQUIVEL

Anúncios